Keenan Cornelius e a Tayane Porfírio são destaques do Mundial SJJIF

MUNDIAL SJJIF 2018

Realizado no último fim de semana na Califórnia (EUA), o Mundial da SJJIF corou o norte-americano Keenan Cornelius e a brasileira Tayane Porfírio, como bicampeões mundiais da categoria absoluto na disputa de kimono. Já no absoluto No Gi, destaques para Kaynan Duarte e Nathiely Jesus. Ao todo mais de 3 mil atletas de mais de 60 nacionalidades diferentes participaram da competição que lotou a Long Beach Arena. Na disputa por país, os EUA foram campeões, com 210 medalhas de ouro, 159 de prata e 97 de bronze. Em segundo ficou a Polinésia Francesa, com 26 ouros, 35 pratas e 9 bronzes. O Brasil ficou na terceira posição, com 23 ouros, 12 pratas e 5 bronzes. Destaque também para as delegações da Nova Zelândia, Japão e África do Sul, que compareceram em peso ao Mundial.

Na disputa por equipes GI, o título ficou com a Checkmat, seguido pela Gracie Barra, em segundo, e pela Dojo Jiu-Jitsu, em terceiro. Já no No Gi o pódio ficou assim: Checkmat (1º), Dojo Jiu Jitsu (2º) e Cmma (3º).

O presidente da SJJSAF, Cleiber Maia, viajou pela terceira vez consecutiva para o Mundial e destacou a grandiosidade do evento.

- A cada ano a competição está melhor. Esse ano foram mais R$ 69 mil dólares em prêmios. Estamos muito animados com a possibilidade de o Mundial de 2020 ser realizado no Brasil. Será importante para a comunidade do Jiu-Jitsu ver tudo o que a Federação Internacional, sob o comando do presidente João Silva, vem fazendo pelo nosso esporte - disse Cleiber

TOP