HISTÓRIA DO SPORT JIU-JITSU

SJJSAF

ORIGEM

O Jiu-Jitsu é um método multifacetado de autodefesa e esporte dinâmico, composto por técnicas que atuam no sentido de um posicionamento superior para submeter um adversário, aplicando força a uma articulação ou a um estrangulamento. A técnica é enfatizada sobre a força para colocar um oponente em uma posição ou submissão controlada. Durante partidas competitivas, a vitória é obtida ganhando pontos colocando o oponente em posições diferentes ou forçando-os a se inscrever. O Jiu-Jitsu de hoje é composto de muitos fatores-chave que incluem as muitas formas antigas de combate que chegaram ao Brasil no início do ano de 1900, através da migração japonesa para o país e da cultura brasileira única que abraçou a arte marcial. Sua evolução é um produto direto da contribuição de muitas famílias brasileiras que se dedicaram ao esporte, integrando valores familiares, estilos de vida saudáveis ​​e determinação para comprovar a superioridade do Jiu-Jitsu como arte marcial.

Em 25 de abril de 1967, a Federação de Jiu-Jitsu da Guanabara foi fundada no Rio de Janeiro, Brasil. A federação foi criada pela Confederação Nacional do Esporte por cinco escolas fundadoras lideradas por Hélio Gracie, Álvaro Barreto, João Alberto Barreto, Hélcio Leal Binda e Oswaldo Fadda. O presidente da federação era Helio Gracie, o presidente do conselho consultivo era Carlos Gracie, o diretor do departamento técnico era Carlson Gracie, o primeiro vice-técnico era Oswaldo Faddda, o segundo vice-técnico era Orlando Barradas, o diretor de educação foi João Alberto Barreto e o vice-diretor foi Robson Gracie. Hoje, esses indivíduos são reconhecidos como grandes mestres da arte.

Presidido por Hélio Gracie, a fundação da Federação Guanabara de Jiu-Jitsu foi o primeiro passo para tornar o Jiu-Jitsu um esporte e não apenas uma forma de autodefesa ou arte de luta de rua. A arte do jiu-jitsu passou a ter estrutura e organização, evidenciadas na implantação de um sistema de faixas, divisões etárias, tempo de competição, pontos e técnicas legais.

Em junho de 1973, o Jiu Jitsu foi legalmente reconhecido como esporte do Brasil e, em dezembro de 1973, a Federação Guanabara de Jiu-Jitsu organizou seu primeiro campeonato, o “1º Torneio Oficial de Jiu-Jitsu do Brasil”, no Rio de Janeiro na Associação Atlética Banco do Brasil. Este evento marcou o início de uma nova era do Jiu-Jitsu como esporte.

Após a implementação do Jiu-Jitsu como esporte e seu rápido crescimento em todo o Brasil, nos anos 80 o Jiu-Jitsu começou a se expandir e se desenvolver internacionalmente. Como resultado de todos os fundadores, professores, representantes e participantes do esporte serem brasileiros na época, o nome brasileiro Jiu-Jitsu foi adotado.

Em 2010, o Jiu-Jitsu ou o Brazilian Jiu-Jitsu era um esporte praticado e reconhecido mundialmente, mas faltava uma federação estabelecida que atendesse aos requisitos do COI ou que fosse reconhecida como um órgão internacional único para o esporte. Com isso em mente e o principal fator motivador, um grupo de professores de Jiu-Jitsu e organizadores de torneios pensaram que era hora de investir e se dedicar à unificação e crescimento do esporte e de sua comunidade, fundando assim a Federação Sport Jiu-Jitsu Internacional.

TOP